Style Sampler

Layout Style

Patterns for Boxed Mode

Backgrounds for Boxed Mode

All fields are required.

Close Appointment form

Entendendo a cirurgia plástica íntima feminina

  • Home
  • Entendendo a cirurgia plástica íntima feminina
Entendendo a cirurgia plástica íntima feminina
icon
Entendendo a cirurgia plástica íntima feminina

Sem comentários

É muito comum que um grupo de amigas comente sobre quais intervenções já fizeram no corpo. Citam lipoaspiração, prótese mamária, preenchimentos, rinoplastia, entre outras. No entanto, o que pouco se discute é a realização de cirurgia plástica íntima feminina. Ao mesmo tempo, cresce a procura por esse procedimento nos consultórios e também as dúvidas em relação ao processo.

O objetivo de uma cirurgia como é essa é o ganho de autoestima, no caso de pacientes que não estão contentes com a aparência de sua genitália, e a melhora sexual, em situações em que a forma do órgão atrapalha o desempenho no sexo. É importante que a paciente tenha ciência da sensibilidade da região e entenda sua finalidade. Dessa maneira, é mais fácil ter autoconfiança e um retorno positivo da intervenção.

O que as mulheres buscam corrigir

Parte das alterações a serem feitas são decorrentes de uma flacidez acentuada, que pode ser corrigida por procedimentos de lifting, por exemplo, que funciona como a miniabdominoplastia, erguendo a região.

Segundo o cirurgião plástico Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Elizeu Lavor, quando existe certa atrofia dos tecidos, murchando a área dos grandes lábios, essa situação pode ser alterada por meio de enxertia de gordura associada a algum tipo de preenchimento, a fim de harmonizar melhor o local.

Em uma visão frontal da região íntima, é interessante que os pequenos lábios não fiquem absurdamente aparentes. Essa é a maior queixa dos consultórios, conforme o Dr. Elizeu Lavor. Muitas vezes, a assimetria nos pequenos lábios ou seu tamanho aumentado interfere na qualidade sexual por machucar essa área.

Recomendações para a realização da cirurgia plástica íntima

A cirurgia plástica íntima é realizada num centro cirúrgico com anestesia local e sedação, se for uma abordagem única desta área. Em casos associados com algum procedimento, como a lipoaspiração, geralmente se utiliza uma anestesia na coluna. O intuito do processo é harmonizar esteticamente a região íntima da mulher, sem comprometer a função do órgão genital.

“O tratamento visa harmonizar os pequenos lábios, mantendo eles. Tem gente que acha que o ideal é retirar tudo. Não, é normal ter pequenos lábios. Eles exercem a função de preservar a área de possíveis infecções”. É o que explica o Dr. Elizeu Lavor, enfatizando a importância de conhecer as propriedades do corpo e respeitar as atribuições dessa área.

As possibilidades de alterações são redução dos pequenos lábios; harmonização dos grandes lábios, através de enxertia e preenchimento; e em casos de hipertrofia, ou seja, crescimento excessivo, o molde do clitóris. Neste caso, deve-se tomar bastante cuidado ao moldar, pois não é possível ressecar, diminuir ou retirar porque essa parte está diretamente relacionada à sensibilidade erógena.

Os casos em que a região é muito aumentada, frequentemente, são os de pacientes que fazem uso de anabolizantes e de alguns tratamentos para ganho de massa, que acabam tendo esse efeito colateral. O local não pode ser ressecado, mas sim reposicionado e disfarçados em uma posição em que não fique tão aparente.

Faça sua avaliação conosco e conheça a maneira mais indicada de melhorar sua autoestima através de cirurgias plásticas.

  • COMPARTILHAR ISSO

Sobre o autor

Postagens relacionadas

Envie um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>